Voltar à listagem Próximo Artigo

9 JUL 2018

Comunicar a responsabilidade social nas redes sociais

Plataformas como o Instagram, o Facebook e o Twitter podem ser grandes aliados na comunicação da sua organização, se utilizadas com responsabilidade.

Estas plataformas são um poderoso canal para que as empresas comuniquem as suas iniciativas e projetos. Em muitos casos representam o primeiro meio de contacto das empresas com o seu público ou stakeholders.

Como e porquê comunicar a responsabilidade social nas redes sociais?

1. Um escudo protetor

A comunicação da responsabilidade social poderá funcionar como um escudo protetor em situações de crise. Na verdade, os valores e ações da organização em matéria de responsabilidade social podem resolver certos erros aos olhos dos consumidores. Para tal as empresas têm de ser abertas, transparentes e honestas na sua comunicação com o público.

Um exemplo poderá ser a Unilever. Muitos consumidores consideravam que a publicidade de algumas marcas do grupo criavam/ transmitiam estereótipos. Para colmatar este ponto fraco, a empresa estabeleceu uma aliança com a ONU Mulheres defendendo o fim dos estereótipos.

2. Nada de timidez

Se as empresas estão a contribuir positivamente e a ter impacto na sociedade, devem comunicar isso.

3. Ser consistente

A responsabilidade social não se cinge a apenas a uma parte da empresa, devendo estar incorporada em toda a cadeia de valor. É importante comunicar esta consistência.

4. Envolver o público

A melhor forma de atrair seguidores e potenciais consumidores é dar-lhes a oportunidade de se envolverem nas suas campanhas.

Claro que o mundo não se muda num dia, e empresas que fazem promessas vazias nas redes sociais (e não só) transmitem falta de credibilidade aos consumidores. Aqui a regra é ser honesto e divulgar aquilo que de facto está a ser feito.

Fonte: https://www.expoknews.com/comunicar-en-redes-sociales-la-rse-por-que-es-muy-necesario/?omhide=true&utm_source=03+de+Julio+2018&utm_campaign=24+de+Enero+2018&utm_medium=email