Voltar à listagem Próximo Artigo

8 JUN 2018

Pessoas em primeiro

Mesmo em tempos de crise, há regras que as melhores empresas para trabalhar não deixam de lado. “Pessoas em primeiro” é um deles. Porquê? Porque sem pessoas não existiria negócio nem empresa.

Mas será, de facto, possível que a preocupação com os recursos humanos venha primeiro do que a geração de receitas? As melhores empresas para trabalhar, cujos primeiros lugares pertencem à Blip, à KW Business e à Hilti, afirmam que sim.

Uma das práticas centradas nas pessoas que contribuiu para o sucesso das empresas é a flexibilidade. Ao dar flexibilidade aos seus colaboradores, as empresas tornam possível uma melhor conciliação entre a vida pessoal e profissional, o que os motiva, tornando-os mais produtivos. Outra prática é a formação, mantendo os recursos humanos com conhecimentos atualizados e vontade de aprender. Ter boas condições físicas de trabalho é, também, apontado como um fator importante para os trabalhadores se sentirem bem no seu local de trabalho. Uma outra prática prende-se com envolver as pessoas na gestão. Esta expressão tende a “assustar” os conselhos administrativos, que a interpretam como um aumento do poder de decisão dos colaboradores, mas não tem de ser assim. Ouvir as opiniões, fazer perguntas, averiguar a satisfação e ter em conta o seu feedback para a tomada de decisões, é uma forma de envolver os colaboradores na gestão. Não tem de ser um envolvimento direto, mas as pessoas têm de se sentir envolvidas.

Há outras práticas que podiam ser mencionadas como o acompanhamento do desenvolvimento e respetivas compensações (não só monetárias) dos colaboradores, a realização de atividades de team building, de modo a motivar e alinhar as pessoas, o bom acolhimento dos novos trabalhadores, entre outras.

Segundo a VISÃO, há, assim, 11 mandamentos para uma gestão de recursos humanos de sucesso:

“1 - Flexibilidade, pois permite um melhor equilíbrio entre a vida pessoal e a profissional

2 - Formação, fundamental para o desenvolvimento pessoal e de competências

3 - Aposta em boas instalações, já que são como uma segunda casa

4 - Envolvimento na liderança da empresa

5 - Família em primeiro, trabalho vem depois

6 - Ouvir sempre os colaboradores

7 - Bom acolhimento e integração dos novos elementos

8- Celebrar sempre as vitórias e os dias importantes

9 - Incentivar a responsabilidade social

10 - Alinhamento e motivação de todos os colaboradores para um fim comum

11 - Preocupação geral com o bem-estar dos seus colaboradores”

Se a sua organização precisa de um apoio a este nível, conte connosco!

Fonte: http://visao.sapo.pt/exame/2018-05-29-Estes-sao-os-mandamentos-das-empresas-boas-para-trabalhar